Temos uma equipa reforçada para dar resposta a todas as suas necessidades.

 

A nossa localização

Protect Others

Rua D. Maria Idalina da Costa nº50, 4780-192 Santo Tirso

+351 930 453 729
comercial@protectothers.pt

 

Perguntas Frequentes (FAQS)

 
1A máscara é certificada pelo CITEVE?
Não, a nossa máscara nunca foi submetida para aprovação do referido laboratório.
2É necessária a referida certificação?
Não. Tal como informa e recomenda a DGS (https://covid19.min-saude.pt/dispositivos-medicos-e-equipamentos-de-protecao-individual/): "Se necessitar de avaliar se uma determinada matéria-prima está em conformidade com os requisitos essenciais de segurança e desempenho, deverá contactar um laboratório com reconhecimento técnico, por exemplo, o Citeve."
3Porque são especificadas 50 lavagens quando as certificações estão a ser anunciadas com um limite de 5 ciclos?
A certificações são processos morosos, ainda mais, quando se trata do assunto pandémico que a nossa atualidade atravessa. Os laboratórios que estão a submeter testes (conforme normas impostas pela DGS no âmbito das máscaras sociais reutilizáveis) encontram-se sobrecarregados de pedidos, tal é a urgência para aquisição de produtos/equipamentos de proteção individual a nível global. Como tal, para aumentar a sua capacidade de resposta, os laboratórios estão, na sua maioria a realizar testes de certificação para pouco mais de 5 ciclos. A nossa máscara possui então um acabamento bactericida que confere elevada proteção, resistente a vários ciclos. Garante a eliminação de bactérias e fungos. Neutralização de odor, frescura e higiene. Prevenção de infeções e contaminação de materiais e superfícies. Não são utilizadas, no nosso acabamento, microcápsulas e , este, garante a eliminação de bactérias de forma eficaz, duradoura, sustentável e sem toxicidade para o ser humano.
4A máscara está anunciada como tendo 3 camadas de proteção, mas eu só vejo uma.
Temos sim, 3 camadas. No entanto não são visíveis a olho nu, pois as mesmas são submetidas a um processo (bastante reconhecido e utilizado no sector têxtil): Termocolagem. Recorrentemente conhecido como “efeito sandwich” este processo consiste na colagem de duas ou mais matérias-primas. Esta operação oferece inúmeras vantagens quer ao fabricante quer ao utilizador. Para o utilizador, a durabilidade da peça de vestuário aumenta, uma vez que retém a sua forma original após repetidas lavagens e limpezas a seco e a recuperação à ruga é consideravelmente melhorada Para o fabricante, o vestuário possui uma qualidade consistente.
5A máscara está anunciada como tendo 3 camadas de proteção, mas eu só vejo uma.
Temos sim, 3 camadas. No entanto não são visíveis a olho nu, pois as mesmas são submetidas a um processo (bastante reconhecido e utilizado no sector têxtil): Termocolagem. Recorrentemente conhecido como “efeito sandwich” este processo consiste na colagem de duas ou mais matérias-primas. Esta operação oferece inúmeras vantagens quer ao fabricante quer ao utilizador. Para o utilizador, a durabilidade da peça de vestuário aumenta, uma vez que retém a sua forma original após repetidas lavagens e limpezas a seco e a recuperação à ruga é consideravelmente melhorada Para o fabricante, o vestuário possui uma qualidade consistente.
6Em que consiste o nível 2 que consta na descrição da máscara?
A DGS adquiriu um sistema de categorização das máscaras utilizadas no contexto da COVID- 19, por diferentes níveis, considerando a sua finalidade. O nível 2 categoriza, então, máscaras destinadas à utilização por profissionais que estão expostos ao contacto com um elevado número de indivíduos (contato frequente com o público). Estas devem, também, seguir as especificações técnicas de "Permeabilidade ao ar" e "Capacidade de retenção de partículas (filtração)": EN 14683:2019

Entre em contacto connosco e adquira os nossos produtos.


LOJA ONLINE